Como montar sua biblioteca pessoal – parte 3

Em junho, nós começamos a montar nossa biblioteca pessoal fazendo uma seleção de materiais, mês passado falamos sobre maneiras de organizar os livros virtualmente, agora como preparar os livros para acomodá-los na estante? Essa preparação tem dois objetivos principais: identificá-los como seus e etiquetá-los para encontrar melhor.

Como identificá-los?

Marcando nome, data e procedência

A maneira mais simples de marcar o livro como seu é escrever seu nome. Pode também escrever quem lhe deu de presente, se for o caso, e a data. Você pode tornar essa inscrição mais sofisticada fazendo um carimbo com seu nome ou imprimindo etiquetas com essas informações.

Ex-libris
Como mostramos nesse post, ex-libris é um desenho, uma estampa, aplicada aos livros por meio de carimbo ou etiqueta. O ex-libris serve para identificar o livro como seu de um jeito mais artístico. Você pode criar ou pedir para aquele seu amigo que saiba desenhar um desenho que represente você de alguma maneira, e acrescentar seu nome ou suas iniciais. Os ex-libris tradicionais apresentavam também o termo “ex-libris”, que em latim significa “dos livros de”, então a estampa significava que aquele livro vinha da biblioteca de alguém especificado com o nome inscrito na imagem ou simplesmente pelo referência que a imagem faz ao dono.

Como marcar a localização?

Fora do livro

Para facilitar a reposição e a procura de um livro na sua estante, é preciso colar uma etiqueta na lombada marcando sua localização.

Dentro do livro

Para deixar registrado de uma maneira menos suscetível a danos causados pelo tempo e pelo manuseio, registre o código de localização no interior do livro a lápis, a caneta ou com uma etiqueta.

A minha biblioteca pessoal

Exemplo de indicação de localização e identificação

Exemplo de indicação de localização e identificação

Para os meus livros, eu decidi em um primeiro momento, identificá-los escrevendo meu nome, a data que comprei o livro, ou ganhei, e nesse último caso de quem ganhei entre parênteses. Essa opção foi escolhida por ser a maneira que identifico os meus livros há mais de dez anos, tem funcionado, e já marca praticamente todos os livros que possuo. Num segundo momento, desejo ter meu ex-libris também, já estou pensando em um desenho, e vou buscar um desenhista para viabilizar a ideia. Se a arte for simples e minimalista, faço um carimbo, se for mais complexa, mandarei imprimir etiquetas em uma gráfica.

Como você pode ver na foto, também marquei no interior do livro a localização. Fiz a lápis, para o caso de alterar algo daqui um tempo. Houve uma pequena mudança entre a maneira que tinha decidido marcar o título do livro na localização no último post e a maneira que fiz agora. Para melhorar a diferenciação entre o autor e o título, decidi manter as três primeiras letras do autor em letras maiúsculas e apenas a inicial maiúscula no nome do livro.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Como montar sua biblioteca pessoal – parte 3

    • Boa tarde,
      A etiqueta de identificação mede 25,4mm X 101,6mm, mas é cortada ao meio.
      Para maiores esclarecimentos, por favor, encaminhe e-mail para: straud@bauru.unesp.br
      Abraço e Obrigado pelo Questionamento.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s