Faculdade de Ciências da Unesp de Bauru apresenta a pesquisa: Exercício físico em pacientes com doença renal crônica.

Imagem

Célio Guilherme Lombardi Daibem, orientado pelo professor Henrique Luiz Monteiro, apresenta, na Faculdade de Ciências de Bauru, o trabalho ‘Exercício físico resistido em pacientes com doença renal crônica em hemodiálise: ensaio clínico randomizado’. Integram a banca os professores Luis Cuadrado Martin e Camila Gimenes. A apresentação será dia 13 de junho, às 14 h, no Anfiteatro da Praça de Esportes, Faculdade de Ciências, Unesp, Câmpus de Bauru.

RESUMO
Pacientes com Doença Renal Crônica (DRC) são acometidos por severas limitações funcionais, tais como baixa capacidade cardiorrespiratória, anemia, fraqueza muscular e desnutrição, os quais se expressam por fadiga e cansaço físico acentuado, gerando custos elevados aos sistemas de saúde. Consequentemente é crescente o número de investigações que têm utilizado o exercício físico como intervenção terapêutica complementar ao tratamento de diálise, e que descrevem melhoras fisiológicas, funcionais e psicológicas destes pacientes, porém ainda não há consenso sobre qual a melhor modalidade de exercício a ser recomendada.
O objetivo do presente estudo foi avaliar o efeito de 12 semanas de um protocolo de exercícios resistidos realizados durante a sessão de hemodiálise sobre capacidade funcional, força muscular respiratória, composição corporal e variáveis bioquímicas…

Leia mais em:
http://www.unesp.br/portal#!/noticia/14155/exercicio-fisico-em-pacientes-com-doenca-renal-cronica/

Assessoria de Comunicação e Imprensa

Anúncios

Semana da Biologia na Unesp de Bauru

Imagem

A Faculdade de Ciências (FC) da Unesp, Câmpus de Bauru, realiza a XXI Semana da Biologia da Unesp de 26 a 30 de maio, sendo que toda a programação está no site: http://xxisemanabio.webs.com/ e também pelo endereço: http://www.fc.unesp.br/#!/departamentos/ciencias-biologicas/semana-da-biologia/.

A XXI Semana da Biologia é um evento de caráter científico, sem fins lucrativos, e a proposta do evento é criar um espaço para a exposição, debate e reflexão acerca das novas tendências da ciência, além de permitir que estudantes iniciantes nesta carreira possam estabelecer contato com as atividades específicas que são indispensáveis para o exercício da profissão. O evento ainda conta com palestras, mesa-redonda, mini-cursos e oficinas sobre pesquisas e atualidades científicas. Outra parte será a mostra de painéis, ministrados pelos alunos desta e de outras Unidades, que apresentarão seus trabalhos de iniciação científica e concurso de fotografia. Convidados especiais como o professor Leopoldo Magno Coutinho de 80 anos, Botânico e referência na área do cerrado, muito citado nas aulas de ecologia pelo professor Osmar Cavassan do Departamento de Ciências Biológicas. O professor Leopoldo estará no Câmpus de Bauru nos dias 26 e 27 de maio. Outra personalidade é a professora Sônia Lopes, que produziu diversos livros didáticos de biologia para o ensino fundamental e médio, estará à disposição nos dias 29 e 30 de maio. O encerramento do evento contará com o palestrante Richard Rasmussen, que fez o programa “Vida Selvagem” na televisão. A palestra dele será no anfiteatro Guilherme Rodrigues Ferraz – Guilhermão, aberta ao público, com venda de ingressos e acontece no dia 30 o dia todo.

João Moretti Jr./Assessoria de Imprensa/FC/Bauru
http://www.unesp.br/portal#!/noticia/14096/semana-da-biologia-na-unesp-de-bauru/

Pesquisa sobre crianças com problemas de comportamento. É avaliada efetividade de uma intervenção em grupo.

Imagem

A dissertação ‘Avaliação da efetividade de uma intervenção em grupo para crianças com problemas de comportamento’, de Alessandra Pereira Falcão, pesquisadora do LADS – Laboratório de Aprendizagem, Desenvolvimento e Saúde, foi apresentada em fevereiro na Faculdade de Ciências da Unesp de Bauru. A orientação é de Alessandra Turini Bolsoni-Silva.

Resumo
Crianças que apresentam problemas de comportamento vêm sendo a preocupação de pais e equipe pedagógica que procuram por ajuda em consultórios psicológicos. Nesse trabalho problemas de comportamento são entendidos como: ‘déficits ou excessos comportamentais que prejudicam a interação das crianças com pares e adultos e que dificultam o acesso da criança a novas contingências de reforçamento, que por sua vez, facilitariam a aquisição de repertórios relevantes de aprendizagem’.

Foram identificadas e descritas através de pesquisas duas categorias de problemas de comportamento os internalizantes e externalizantes. Problemas de comportamento são multideterminados. Descrever a função do comportamento problema pode ser útil para avaliar e intervir junto a crianças com tais dificuldades. O termo habilidades sociais pode ser aplicado às diferentes classes de comportamentos sociais que fazem parte do repertório de um indivíduo e que contribuem para a competência social.

As Habilidades sociais podem promover o desenvolvimento e prevenir o aparecimento de problemas de comportamento, possibilitando que as crianças interajam de uma forma mais positiva aumentando a chance de acesso ao reforçamento social. Parte-se do pressuposto que problemas de comportamento e habilidades sociais possuem a mesma função e assim ao se instalar um repertório socialmente habilidoso o indivíduo não necessita mais apresentar problemas de comportamento.

O objetivo do estudo foi avaliar a efetividade de uma intervenção em grupo. Para tanto, foi elaborado um procedimento de intervenção em grupo para o ensino das habilidades sociais funcionalmente concorrentes aos problemas de comportamento encontrados na literatura da área. Os participantes foram 7 crianças que frequentavam o segundo ano do ensino fundamental e foram diagnosticados clínicos para problemas de comportamento por pais e professores.

A intervenção constou de 8 sessões em que foi realizado o ensino de habilidades sociais previamente definidas por meio de análise funcional, role-playing, teatro, desenho e análise dos comportamentos apresentados pela personagem principal de um filme infantil. A avaliação dos participantes foi realizada antes e após a intervenção por instrumentos (CBCL, TRF, QRSH) e pela tabulação dos comportamentos apresentados durante as sessões.

Para a definição das habilidades trabalhadas foi realizada uma revisão dos estudos que envolviam problemas de comportamento e avaliada a partir da análise das diferenças nos repertórios de crianças clínicas e não clínicas para problemas de comportamento quais as habilidades deveriam ser enfatizadas para que as crianças clínicas se tornassem habilidosas socialmente. Os resultados mostraram que as crianças ampliaram significativamente o repertório de habilidades sociais após a intervenção. Os problemas de comportamento se mantiveram em baixa frequência durante toda a intervenção. Os resultados comprovam que à medida que a criança apresenta habilidades sociais há redução dos problemas de comportamento. O procedimento foi capaz de ensinar habilidades sociais.

Nome do trabalho: Avaliação da efetividade de uma intervenção em grupo com escolares para a promoção de melhores interações sociais
Autor: Alessandra Pereira Falcão
Orientador: Profª Drª Alessandra Turini Bolsoni Silva
Integrantes da banca: Profª Drª Patrícia Alvarenga e Profª Drª Luciana Carla dos Santos Elias
Data da apresentação: 14/02/2014
Unidade: Faculdade de Ciências de Bauru

Assessoria de Comunicação e Imprensa

Atletas com deficiência participam de jogos na Unesp-Bauru

Imagem
Laboratório Didático de Esportes Aquáticos recebe competição paraolímpica

A Faculdade de Ciências (FC) da Unesp recebeu, no início de abril, 20 jovens de 12 a 17 anos no Laboratório Didático de Esportes Aquáticos, mais precisamente na piscina, sendo que os quais participaram das preliminares dos jogos escolares que reuniu estudantes da rede pública e privada. São várias as modalidades de esporte e em Bauru foram realizadas as provas de natação para competidores paraolímpicos e normais.

A piscina da FC foi fundamental para quem sonha em chegar mais longe, pois foi uma das três seletivas regionais que definem os competidores que vão disputar os jogos estaduais que serão realizados sem agosto na capital. Os melhores atletas de são Paulo vão defender o Estado nos jogos nacionais que acontecem em novembro.

Nas seletivas regionais disputam jovens com deficiência física, intelectual e visual, sendo que ganhar ou perder não é importante e sim entender o benefício do esporte para cada um.

Sergio Gatto, coordenador da seletiva, destaca que existem jovens que estão pela primeira vez participando e competindo, mal praticam a natação, entretanto, ao conviver com outros jovens com deficiência entendem que não são únicos. “Trata-se de um ambiente super legal, agradável, cair na piscina e gostar da natação e continuar praticando isso pela vida dele, é uma tremenda vitória, nós já ganhamos com essa atitude”, explica.

O professor Júlio Wilson dos Santos, Chefe do Departamento de Educação Física, destacou a importância do evento na FC para os alunos do curso de Educação Física, pois além de colaborar com a Secretaria Estadual de Educação, propiciou aos alunos um contato com esse tipo de competição. “Foi muito importante pois essas seletivas, normal e de paranatação, nossos alunos vivenciaram na pratica esse tipo de competição que é muito difícil acontecer aqui no câmpus, além de colaborar com o esporte estadual escolar. Ao mesmo tempo a Universidade tem a contrapartida por ter a oportunidade de vivenciar esse tipo de competição”, pontuou. 

Contato: assessoria@fc.unesp.br

João Moretti Junior/FC/Bauru, com colaboração de Guilherme Tavares (TV Unesp)

FC lança revista “Unesp Científica”

ImagemFoto dos autores da revista

http://www.fc.unesp.br/#!/noticia/20/fc-lanca-revista-unesp-cientifica/

Revista Paradidática para professores de Física e Química e estudantes do Ensino Médio

A Faculdade de Ciências do Câmpus de Bauru da Unesp por meio do Departamento de Física lança a revista Unesp Científica: Ciência e Tecnologia para o Ensino Médio, destinada aos professores do ensino médio da rede pública.

Segundo uma das organizadoras, a professora Dayse Iara dos Santos ela foi criada para divulgar e compartilhar com a sociedade alguns dos conhecimentos gerados na universidade e em centros de pesquisa de todo o mundo. “Nesta primeira edição do evento, serão realizadas palestras e discussões sobre os tópicos Nanociência e Nanotecnologia, Supercondutividade, Computação Clássica e Quântica, abordadas na revista que está sendo lançada”, explicou. 

Ainda destaca que a revista resulta de um projeto de extensão universitária realizado em conjunto com professores e alunos de escolas de ensino médio de Bauru e região, que foi apoiado pela Pró-Reitoria de Extensão. “A publicação também teve o apoio da Pró-Reitoria de Graduação e da Faculdade de Ciências e realizaremos um evento que será aberto aos professores e alunos do ensino médio e dos cursos de licenciatura das áreas de Física e Química”, enfatizou Dayse. 

Convite: 

Dia 26 de março quarta-feira, às 08:00h no Anfiteatro do prédio do Laboratório Didático de Matemática da UNESP Câmpus Bauru, acontece o I Encontro Unesp Científica que tem o objetivo de apresentar e lançar aos professores do ensino médio da rede pública a revista Unesp Científica: Ciência e Tecnologia para o Ensino Médio.

Programação: 

Revista Paradidática para Professores de Física e de Química e para Estudantes do Ensino Médio 

8:30h – Abertura

9:00h – Nanociência e Nanotecnologia – Profa. Dra. Dayse I. dos Santos

10:00h – Supercondutividade – Profa. Dra. Elisabete Ap. Andrello Rubo

11:00 – Computação Clássica – Prof. Dr. José Brás Barreto de Oliveira

11:45h – Lanche/Almoço (Laboratórios de Ensino da Física)

12:45h – Computação Quântica – Prof. Dr. José Brás Barreto de Oliveira

13:30h – Trabalhos em Grupos (Laboratórios de Ensino da Física)

15:00 – Plenária (Anfiteatro do Laboratório Didático de Matemática)

16:30 – Encerramento

Os interessados deverão enviar e-mail com nome completo e número de RG até 21/03 para:  << dayse@fc.unesp.br >> Haverá certificado de participação.